sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Sua auto-estima



Quem possui o hábito de se enxergar é capaz de fazer uma leitura mais real acerca de si mesmo e não de encarnar a leitura dos outros sobre nós mesmos. Já notou que quase sempre, alguns de nós, somos levados a nos decifrar a partir da interpretação de um terceiro qualquer?

   
Agora, saber lidar com a opinião alheia é uma virtude para poucos. Apenas para aqueles que aprenderam a adubar o chão das convicções de seu interior.

No chão das incertezas, ficamos vulneráveis não só ao que os outros especulam, mas ao que especulo sobre mim mesmo.

E sob este prisma é que cabe a necessidade em nutrirmos opiniões convictas acerca de quem somos. Afinal a opinião, conceito e interpretação que tenho e nutro sobre mim mesmo, será meu grande aliado a me firmar nesta caminhada na vida ou meu grande incentivador ao marasmo, passividade e fracassos.

Quer alimentar sua autoconfiança?

ENTÃO COMEÇE EXERGANDO SEUS PODRES!

Cláro!

Quem quer que viva a vida e não carrega em si a percepção mínima de seu caos interior, de suas incoerências no discurso entre falar e agir, em seus pré-conceitos, em sua energia gasta em prioridades que não são fundamentais, em se ver ansioso por necessidades NÃO necessárias,  é alguém, no mínimo, refém da construção fantasiosa de um mundo que está sempre a disposição de adulá-lo.

Enquanto, ainda que veladamente, vivermos e interpretarmos a vida, nossas relações, opiniões e escolhas sob o olhar acima da média, capitaneados pela síndrome Johnny Bravo  correremos o risco eminente da dissoluçao e de perder o encanto pelo simples.


Quer alimentar sua autoconfiança?
Agente falou sobre a necessidade de enxergar nossos podres. Agora quero falar de um outro ponto fundamental, estrutural pra alimentarmos nossa auto-confiança.

Valorize seus dons, estimule o florescer de novas aptidões e talentos. Perceba aquilo que desempenha com maior desenvoltura  sem tanto embaraço, aquilo que é natural em você. Se enxergue!
Não vá procurar ser aquilo que você não é!
"Áh..mas não encontro virtude alguma em mim"
É porquê você não está se enxergando, não para pra se abrir contigo mesmo. Não dá atenção a suas intuições. Ignora seus desejos mais óbvios.
Você quer o quê? Que avanços mais vc obterá????


Vamos combinar uma coisa?

A partir de agora, nada de se enquadrar na classe dos predestinados a não avanços na vida!
Seu hoje está em como você se interpreta.

Decida se enxergar como de fato você é. De forma clara, sem lentes de aumento ou desfocadas.

Decida enxergar quem realmente você é, a fim de DISCERNIR o que de fato QUER e o que NÃO QUER.


Jackson Garcia - Psicanalista
http://psicanalistajackson.blogspot.com/
(Brasília, 28 de Janeiro de 2011, ouvindo Jazz em fim de tarde com sol)

8 comentários:

  1. Quem disse que seria fácil?
    Viver não é fácil. Crescer não é fácil. Discernir não é fácil, nem tampouco ter consciência.
    Mas há outro caminho? Pelo menos não há outro se o desejo for uma vida real, íntegra, verdadeira, autêntica.
    Enfim, uma vida feliz, no sentido realista da palavra.
    Muito bom Jack!
    Parabéns
    Um abraço
    Simone

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, acrescentaria para mim mesmo que deveríamos nos definir a partir de nossas convicções (idéias e sentimentos dos quais já refletimos e não temos mais dúvidas), crenças (algo q pela lógica e compreensão nos levam a crer q existem) e pelas dúvidas (como não temos as respostas não afirmamos nem negamos).

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso texto!
    Passamos por vários erros na vida, justamente fugindo de nós mesmos. Mas, acredito que os que desejam e buscam crescer, chegam nesse estágio de olhar para si, como se estivessem de fora, sem lentes ou qualquer outro artifício. E isso pode doer, custar caro, contudo, não tem outra forma de vivermos a NOSSA vida!

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso seu texto!! Além de muito inteligente vc escreve muito bem!! Parabéns!!

    Lilian Divina Leite

    http://blogdaliliandivina.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Uauuuu!!!!!
    E eu que ingenuamente - nesta tarde de muito trabalho e pouquissimo animo - resolvi dar uma viajada no teu blog e sou surpreendida por este irrecusável convite a interpretar-me, a definir quem sou, a viver o meu Hoje sem culpas, ou na busca de culpados(a) pelo ontem e pior, querendo julgar e condenar sem clemência os responsáveis pelo meu amanhã.
    Fui esbofeteada com palavras de exortação, escritas em tardes ensolaradas, e que agora ardem em minha face, em meu ser.
    Obrigada meu Paizinho Amado pela vida do teu filho Jack, que tem sido instrumento Teu aqui neste portal para falar ao meu coração, para abrir meus olhos ao Teu Querer na minha vida, a buscar te enxergar, sobretudo e antes de mais nada, em MIM!!!!!

    Irmão amado graças dou por tua vida! Continues me convidando a refletir na leitura de tuas sábias e profundas reflexões.
    Amém!!!
    Jeanine

    ResponderExcluir
  6. Olá Jackson,
    Pela primeira vez estou entrando em seu Blog, apesar dos muitos convites...
    Amei... Muito lindo!!! Parabéns...

    Outro dia postei em meu Blog sobre o porque gostamos das coisas difíceis e complicadas...

    O ser humano é assim...gosta do que dá trabalho... é mais prazeroso a vitória quando enfrentamos batalhas àrduas...o importante é não desistirmos em meio a caminhada...

    Dificuldades são muitas, mas vamos vencê-las com a força do Senhor e com nossa persistência em seguir em frente sem olhar para trás...

    Deixo pra vc uma frase de Camões:
    - Jamais haverá Ano Novo...se continuar a copiar os erros do Ano Velho.

    Obrigada por fazer parte do meu Orkut...
    Já estou te seguindo no Twitter.
    Um beijo carinhoso.
    Mary Jo Hadassa.

    ResponderExcluir
  7. Obrigado Jackson!!!

    Abraços
    Denis

    ResponderExcluir